Receitas Afetivas
20201116_112937.jpg
Logotipo2.png

PÃOZINHO: VAI DAR CERTO?

Esse pão sem glúten e sem lactose eu faço na minha casa para o café da manhã ou lanche, quando fiz a primeira vez não deu certo, e a segunda ficou razoável a terceira vez mais ou menos rssssssss, aí apelidamos de Pãozinho: Vai dar certo? Pois, trocar ou substituir farinhas que não contenham glúten em receitas, principalmente salgadas, as coisas não funcionam tão bem assim como algumas receitas que estão nas mídias divulgam. Outra questão é, pacientes celíacos ou intolerantes ao glúten acabam algumas vezes consumindo muitos alimentos prontos e industrializados, pela dificuldade em acertar as receitas, correria do dia a dia etc, enfim como sou da turma do DESEMBALE MENOS E DESCASQUE MAIS, essa receita é muito versátil pois pode inclusive ser congelada, é só cortar as porções como na foto , colocar em recipiente hermético ou saco com zip e congelar, depois é só tirar e vai direto a frigideira ou torradeira, eu também faço as famosas Bruschettas, adoro !!!!

 

Segue a receita

 

Ingredientes:

  • 1 xícara de leite morno (usei sem lactose),

  • 4 colheres de açúcar demerara (pode ser o comum) ,

  • 1 envelopinho de fermento para pão,

 Modo de Preparo: 

Misturar tudo delicadamente e deixar em uma tigela coberto até o fermento borbulhar.

 

  • A parte bater 3 ovos inteiros com meia xícara de óleo (qualquer um), reservar.

 

Assim que o fermento borbulhar coloque essa mistura dos ovos e óleo na tigela do fermento, misturar bem, reservar.

 

  • Agora separe 2 xícaras de farinha de trigo sem glúten e 1 xicara de farinha de chia e 1,5 colher de café de sal, misture tudo e reserve.

Na mistura do fermento e ovos, com um “fue” ou colher vá agregando os secos até obter uma massa homogenia, atenção a massa é mais densa que a de bolo porém mais mole que a de pão (não há necessidade de sovar), é aquela consistência que a massa fica “molenga”(risos).

 

Deixe crescer por meia hora, depois transfira para uma assadeira de pão quadrada ou alguma tigela alta, ligue seu forno a 180°, e deixe a assadeira em cima de seu fogão por mais 20 minutos o pão vai crescer de novo, fica lindo!!!! Coloque no forno e deixe assar, faça o teste do palito, em geral minha dica ninja para pão sem glúten e deixa lós um pouco mais com a casca mais dourada para garantir que o meio dele fique cozido.

 

Dicas Ninja : acrescente a massa manjericão oi orégano ou salsa, se quiser uma versão mais adocicada diminuir o sal e acrescente uva passa ou damasco .

bolo dos amigos.jpg
Logotipo2.png

BOLO DOS AMIGOS

Esta receita de uma querida amiga Mari, em uma tarde de café com prosa ela me disse: Essa receita para seus pacientes é bem legal, pois não vai leite....rrssssss!!! Nessa pandemia, isolados e respeitando nossos limites adiamos os encontros por enquanto, porém, essa receita tem um “Q” de café + jogar conversa fora, quem nunca? Uma delícia. Bem a receita não leva leite, pois usamos “chá preto” como parte líquida, as frutas secas e as tâmaras agregam fibras e vitaminas e ainda sabor adocicado a preparação, o bolo é um misto de bolo inglês com toque cítrico. ENTÃO FAÇA UM CAFÉ, CHÁ, SUCO...... E APROVEITE !!!

 

Ingredientes :

  • 5 tâmaras picadas

  • 5 damascos

  • 3 colheres sopa de uvas passas sem caroço

  • 1 maçã picada

  • Chá Preto 2 saquinhos

  • 4 colheres de sopa de mel

  • ½ xicara de açúcar mascavo

  • 2 ovos inteiros

  • 2 xicaras de farinha de trigo (use sem glúten se for seu caso)

  • 1 colher de sopa de canela em pó

  • 1 colher de sopa de fermento para bolo

  • Raspas de ½ limão siciliano

  • Suco de Limão e Cravo para calda Opcional

 

Modo de preparo:

Na véspera do preparo, faça um chá preto com 2 xicaras de água deixe ferver, coloque o chá, as frutas acima (tâmara, damasco, uva passa e maçã) ferver por 5 minutos desligar, não coar e deixar gelar.

Em uma tigela coloque os ovos inteiros, o açúcar mascavo e bata até misturar bem, agregue o chá com as frutas, bata mais um pouco e coloque o restante dos ingredientes, menos o fermento, vá misturando tudo muito bem sem pressa. Por último o fermento, misture e deixe o bolo descansando um pouco, enquanto você unta a forma e organiza a bancada (quem nunca bagunçou tudo fazendo um bolo rssss). Coloque a massa na forma untada (pode ser a retangular como a da foto pode ser com furo no meio) leve ao forno aquecido a 180° graus.

 

Uma opção de calda: espremer o suco do limão siciliano colocar um pouco de açúcar levar ao fogo com cravo até levantar fervura e reservar, quando tirar o bolo colocar por cima ainda quente, (PENSA EM UM AROMA).

Desembale menos Descasque Mais !!!

Editor (4).jpg
Logotipo2.png

RECEITA AFETIVA DA MARI - "SOPAIPILLA"

A receita da SOPAIPILLA é extremamente afetiva para mim, pois me recorda o tempo que vivi no Chile. Tive a grande oportunidade em 2018, de ganhar uma bolsa de estudos da UNIP - Santos para cursar 1 semestre de Nutrição em Valparaiso – Chile. Foi um ano extremamente especial na minha vida pessoal e profissional, pois me levou à Nutrição Vegetariana. Essa receita é típica do Chile e se come em dias frios e chuvosos, como forma de ter uma comida quentinha, tradicional, em que se reúne amigos ou família para comer com o famoso “manjar” que é o doce de leite chileno na versão doce, ou então na versão salgada com “palta”, famoso abacate amassado com sal e ainda, pode ser comido com vinagrete. É bem versátil, fácil de fazer e rende bastante! Originalmente a receita é frita, o que acho mais saboroso.

 

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de abóbora cabotiá cozida e amassada

  • 3 ½ xícaras (chá) de farinha de trigo

  • 2 colheres (sopa) de fermento químico

  • 5 colheres (sopa) de óleo vegetal (qualquer um) ou então manteiga/ margarina

  • Sal a gosto

 

 

Modo de fazer:

Em um recipiente misture a farinha, fermento e o sal. Coloque a abóbora junto aos ingredientes secos e misture (melhor com a mão mesmo) até ficar uma massa homogênea. Por fim, acrescente ou azeite nessa mistura até que a massa fique bem homogênea e não fique pegajosa. Caso seja necessário, acrescente um pouco mais de farinha até ficar uma massa lisa. Agora abra a massa com um rolo ou com a mão mesmo, corte a massa em formato circular (pode ser com a boca de um copo) e faça furos com um garfo por toda a sopaipilla. Leve cada sopaipilla para fritar no óleo até estar dourada nos dois lados e está pronto.

Ervilha1.png
Logotipo2.png

ERVILHA TORTA DA VÓ IRAYDES

Essa receita remete a lembrança da minha querida avó materna Iraydes Flaquer, uma baixinha que tinha um olho verde e um olho azul, cozinheira de mão cheia que mesmo acometida por uma cegueira não parou de cozinhar belos pratos, fazendo da sua culinária quase um livro de memórias. Essa receita é simples, mas um clássico da cozinha da vovó, rica em nutrientes e afetividade espero que gostem!!

Ingredientes :

  • 500g de vagem torta ou ervilha torta, tire as pontas e vá puxando as fibras laterais (veja a foto na sequencia)

  • 1 cebola

  • 1 tomate sem semente e sem pele picado grosseiramente

  • 3 dentes de alho

  • Salsa e cebolinha a gosto

  • Cúrcuma 1 colher de café ou mais se preferir

  • Pimenta preta a gosto

  • Sal a gosto

  • Óleo para refogar (NÃO EXAGERE= use a colher de sopa de medida 2 colheres são suficientes)

  • 4 a 5 ovos inteiros

  • Queijo ralado a gosto (salpicar na preparação pronta)

 

Modo de Preparo

Em uma panela coloque o óleo, sal, a cebola e deixe dourar, depois o alho, o tomate a cúrcuma. Refogue bem, até estes ingredientes soltarem um caldinho, coloque as ervilhas e mexa, deixe cozinhar, se precisar vá pingando água para que não grude o fundo (não use fogo muito alto) mexa de vez em quando. Quando as ervilhas mudarem de cor, elas ficam mais verdes escuras e estiverem bem tenras, salpique a pimenta preta. Em uma vasilha a parte vá quebrando os ovos um por um e coloque em cima das ervilhas, abaixe o fogo tampe a panela e deixe os ovos cozinharem até o ponto que te agrade “eu amo gema mole”, antes de servir polvilhe o queijo ralado e a salsinha.

Dica Ninja: faça um arroz bem gostoso, um feijão fresquinho e uma saladinha de tomates para acompanhar, esta preparação, que dispensa a carne, pois ovos são excelentes fontes de proteína de origem animal e de sobremesa coma uma fruta ácida (laranja, abacaxi, por exemplo, eles vão ajudar o ferro que tem nesta preparação ser melhor absorvido).

DESEMBALE MENOS DESCASQUE MAIS, SEU TRATO GASTROINTESTINAL AGRADEÇE.

Ervilha2.png
Ervilha 3.png
Ervilha 4.png
Arroz Saboroso.jpg
Logotipo2.png

 ARROZ SABOROSO DA TIA IRENE

 

Essa receita , remete a lembrança de uma casa cheia de adolescentes esfomeados que comiam até a parede se deixassem rsssssss , uma panela desse arroz não dava conta para os jovens que éramos, cheios de energia e vitalidade, enfim esse é um arroz do dia a dia mas com um sabor delicioso de legumes.

 

Pensando nos meus pacientes que estão na fase ativa da doença, com diarreia e dor, e ao mesmo tempo cansados do mesmo arroz banco sem sabor, olha ai a receita :

 

Ingredientes

• 1 xícara de arroz branco

• 2,5 xícaras de água fervendo

• Meia Cenoura

• Meia Abobrinha

• Meio Pimentão (pode ser verde, amarelo ou vermelho)

• 1 Tomate sem semente (deixe a pele)

• Meia Cebola

• 1 folha de louro

• 1 colher de café de cúrcuma (opcional)

• 1 colher de sopa de óleo (qualquer um)

• Sal a gosto

 

Modo de preparo

. Refogue em uma panela o óleo, cebola e alho até dourar, coloque os legumes em pedaços grandes e a cúrcuma, deixe refogar bem até sair aquele caldinho perfumado do refogado, quanto mais refogar melhor , coloque o arroz misture bem e coloque a água e o louro . Deixe cozinhar como de costume.

 

Dica Ninja: Se você estiver com diarreia, retire os pedaços dos legumes antes de servir o arroz, caso contrário sirva com os legumes .

Olivia.png
Logotipo2.png

BOLO DA VÓ OLIVIA (minha mãe)

 

Não tem lactose e é maravilhoso para um lanche ou café da manhã, leva pouquíssimo açúcar, se a fruta estiver bem madura não precisa acrescentar nada, o farelo e ou aveia garantem boa fonte de fibra.

 

Dica NINJA = > se você estiver na fase ativa da doença inflamatória com muita dor e diarreia, use somente a farinha de trigo branca. Outra dica é: nestes casos usar as frutas descascadas  e prefira maçãs. Se estiver com constipação (dificuldade de evacuar), acrescente uva passa e nozes. Se for intolerante ao glúten pode usar a farinha de arroz ou farinha de trigo sem glúten, mas cuidado pois a preparação tende a ficar mais seca.

 

Segue a receita:

 

Ingredientes:

Frutas: 3 unidades, pode ser peras, maçãs,  bananas, todas com casca, pode usar misturadas ou isoladas

½ xicara de açúcar mascavo ou branco mesmo se não tiver.

1 colher de chá de canela (opcional)

4 ovos inteiros

½ xicara de óleo (soja, canola, milho tanto faz)

1 xicara de farinha de trigo

1 xicara de farelo de aveia (pode trocar por aveia)

1 colher de sopa de fermento

 

Modo de preparo :

Corte as frutas, acrescente o açúcar e a canela, mistura bem e reserve por 30 minutos, você vai ver que a fruta fica úmida, solta até um caldinho (processo de osmose “nutriciones” rrsssss).

Depois acrescente todos os ingredientes e misture “à mão mesmo “ (na foto estou usando o FUE aquele de bater clara em neve), deixe o fermento por último e acrescente delicadamente a massa do bolo.

Unte uma forma com furo no meio, deixe pelo menos 3 dedos abaixo da borda.

Coloque o bolo e deixe ele descansando uns 10 minutos enquanto seu forno aquece a 180°, até o palito de dente ou faca sair limpinho (quem nunca fez assim, heim?).